Atestado de óbito

Eis que ressurge a autora desse blog depois de um tempo calada por motivos pessoais. Fiquem com essa reflexão sobre a vida em forma de poema.

Por meio deste documento
Venho atestar o falecimento
Desta peça de teatro
Na qual não atuamos mais

Foram anos de grande sucesso
E um incontestado progresso
Mas alcançamos o último ato
Já no mais triste fracasso

Mais de uma década em cartaz
Período ao mesmo tempo tão fugaz…
E agora as cortinas se fecham
Os aplausos cessaram há muito

Por meio deste documento
Venho atestar o falecimento
Dessa farsa, dessa comédia
Que encenamos sem grande embaraço

Que horas será o velório?
E depois, cemitério ou crematório?
Quem chorará a perda?
Quem sentirá alívio imediato?

A missa está paga, encomendada
E ainda sem data marcada
Pois ninguém quer nos ombros o peso
De assumir a morte da representação

Então, pondo fim à indecisão,
Assino, sozinha, a certidão.
Finda a companhia, acabada a parceria
Troca-se a peça, são outos os roteiros

Por meio deste documento
Venho atestar o falecimento
Que não tínhamos coragem de confirmar
Mas tivemos coragem de consumar.

3 comentários sobre “Atestado de óbito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s