De repente 20

Ao contrário de Jenna Rink, eu não entrei em nenhum armário e pedi pra ter vinte anos. Pra falar a verdade, se eu tivesse entrado num armário eu provavelmente desejaria voltar a ser criança, não iniciar a terceira década da minha vida. Mas tão repentinamente quanto com a personagem do filme, aconteceu. Hoje é dezessete de maio de 2015. Eu tenho, oficialmente, vinte anos de idade.
Se eu estou preocupada achando que já vivi ~~todo esse tempo~~ e ainda não fiz nada de memorável até agora? Pra ser bem sincera, não. Vejo algumas pessoas da minha idade achando que estão “velhas demais” para serem “genuinamente felizes” e “mudarem o mundo”, enquanto eu fico aqui achando que somos todos tão jovens e ainda temos todo o tempo do mundo  (qualquer dia te pago os direitos autorais, Renato Russo!). Chego até a ser um pouco cética e acreditar que a contribuição que darei ao mundo será útil, talvez, para um pequeno grupo de pessoas. Não tenho pretensões de escrever um Dom Casmurro, de me tornar a próxima José Olympio ou qualquer coisa do gênero, e espero ainda ter muitos anos de vida para alcançar as coisas que tenho em mente.
O que me assusta é virar adulta. Quando eu era criança e brincava de ser adulta ninguém me avisou que crescer trazia mais incertezas, mais medos e mais angústias. Ninguém me avisou que as minhas preocupações e responsabilidades iriam aumentar. Eu não fui preparada pra isso, não assinei nenhum contrato dizendo que queria tomar parte nessa história toda de virar adulta. Ser “gente grande” parecia um pouco mais empolgante do que de fato é. Somos jogados no mundo assim, sem aviso prévio, sem mais nem menos, sem um manual de instruções de como nos comportarmos. Quanta coisa eu não posso acertar e errar nesses próximos anos e eu nem sei!
Vinte anos. Eu sei que crescer é um processo gradual e que bem ou mal eu já passei por uma parte disso. Sei que isso não é um marco, que não quer dizer nada, que é igual a fazer dezenove ou vinte e um. Não precisam me dizer que isso tudo é tempestade em copo d’água, eu já percebi. Estou me preocupando com decisões futuras que provavelmente tomarei com mais tranquilidade quando a hora chegar. Mas fazer o que se eu pareço ser meio masoquista e gosto de sofrer por antecipação?

Feliz aniversário para mim! E que venham os trin… não, melhor não falar isso agora. Vai que chega rápido que nem os vinte? =P

4 comentários sobre “De repente 20

  1. Depois de ouvir o seguinte diálogo “…acho que, vai ver, esse foi o erro de vocês… vocês descobriram uma verdade luminosa, a luta de classes, e pronto, pensam que ela basta para explicar tudo… a tarefa nossa não é esperar que uma verdade aconteça, nossa tarefa é descobrir novas verdades, todos os dias… acho que vocês perderam a arma principal: a dúvida. Acho que é isso que o filho do senhor quer… duvidar de tudo… e isso é muito bom… acorda… arrepia as pessoas.” (Fala de Camargo Moço em diálogo com Manguari em Rasga Coração de Oduvaldo Vianna Filho.) percebi prematuramente que feliz ou infelizmente nós pais não podemos resolver todas as dúvidas/angustias de nossos filhos, então só nos resta esperar/torcer para que eles trilhem os melhores caminhos e descubram respostas que os tornem felizes.

  2. Você conseguiu colocar todos os meus pensamentos de quando fiz 20 anos nesse texto. As angustias de virar adulto, de ver que o tempo tá passando e as responsabilidades só aumentam. Ninguém avisa que quanto mais o tempo passa, mais dificil tudo fica e a gente tem que aprender a lidar, né? Quando somos crianças pensamos que ser adulto é só brincar de casinha. hahaha Bem que podia ser. :B

  3. Fazer 20 anos realmente não é a coisa mais legal do mundo, mas eu queria pensar como você: que ainda temos muito tempo. Eu já penso o contrário: putz, já fiz 20 anos (no meu caso, 21), quanto tempo já se passou e eu ainda não fiz metade do que queria. Mas claro que a nossa realidade é bem diferente. Enfim, crescer faz parte e ninguém consegue fazer o tempo parar.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s