Who the hell?

DSC_6088“Quem és tu?”
Às vezes fico me imaginando no lugar da Alice no momento em que a lagarta pergunta quem ela é. E a grande verdade é que eu não sei o que eu responderia.
Começaria respondendo que “sou a Luiza”. Eu poderia falar que nasci em maio de 1995, dizer que faço Editoração na ECA, comentar meu gosto por livros, por escrever e por música. Poderia contar para a lagarta alguns traços ruins de minha personalidade: a timidez, o pessimismo, a teimosia, a ansiedade exacerbada. Compartilharia meus medos, meus traumas, minhas experiências de vida, minhas alegrias, meus melhores dias, minhas gargalhadas. Tentaria criar uma imagem melhor de mim mesma, falaria sobre minhas qualidades (mesmo tendo dificuldade em fazê-lo), omitiria algumas das minhas fraquezas, transformaria todas as decisões que tomei até hoje em corretas, perfeitas. Mas nada disso seria verdadeiramente eu.
Talvez seja desconfortável me descrever porque sinto que, dia após dia, eu sou uma combinação diferente de sentimentos e experiências. A cada momento sou uma pessoa, uma Luiza, e dizer somente algumas coisas seria reduzir minha personalidade a apenas uma nuance de mim. Pode ser que ela seja a mais frequente? Pode, e diria que de fato ela é. Mas para que tentar colocar em palavras algo tão intraduzível como a personalidade humana?
Quem sou eu? Se um dia eu souber, lagarta, eu te digo.

Me encontre:  twitter || instagram || facebook

Um comentário sobre “Who the hell?

  1. Luiza, hoje suas palavras e fotos me fizeram chorar…já imaginava sua habilidade com a escrita, mas fiquei muito bem impressionada com o fato de vc conseguir expressar suas emoções e vivências com tanta maturidade , discernimento, originalidade e bom humor nos textos que produz.
    Que bom certificar-me que jovens brasileiros podem ser tão inteligentes, amorosos e críticos! Parabéns por aproveitar todo AMOR e BOM CARÁTER herdados de seus admiráveis pais e suas outras tres MÃES! alem de toda familia e amigos escolhidos ; vc é uma privilegiada mesmo, alem de Linda!
    Saiba que frequentemente me deliciarei com suas histórias (me identifiquei muito com a que vc retratou “as lições” dos filmes infantis: as princesas, Toy Store…nossa, me vi muito ali com suas conclusões ….)
    Que bom saber que poderemos contar com textos saudáveis , construtivos e verdadeiros, com Alma, como Voce!!!! Parabéns e um brilhante futuro, Edit Lu! bjs

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s